Porto Livre – Um cenário que vale a pena Parte III

As aventuras de Porto Livre (PL) lançadas pela Jambô são três volumes que formam uma campanha de 1° ao 10° level para sistema D20. O primeiro deles, Morte em Porto Livre, foi ganhador dos prêmios ENnie e Origins e foi comentado no post :

Porto Livre – Um cenário que vale a pena Parte I

No segundo volume, “Terror em Porto Livre”, a trama se complica e mostra que existe algo de podre no arquipélago pirata. Ele também foi comentado no post:

Porto Livre – Um cenário que vale a pena Parte II

Agora vamos para o grande desfecho da trama. No terceiro volume, “Loucura Em Porto Livre” os piratas heróis chegarão na conclusão desta envolvente campanha. Então me sigam marujos!

Aviso! Spoilers (Informações que prejudicam a diversão)

Este post tratará sobre vários eventos da terceira aventura e podem ser levantados muitos spoilers. Se você é jogador e não mestre, não leia o artigo até ter jogado ao menos uma vez a aventura.

Comentários Iniciais

Quando mestrei esta campanha, ela foi iniciada no começo de 2008 e terminou em maio de 2009, rendendo 29 sessões de jogos (aproximadamente 2 sessões por mês).

Loucura em Porto Livre:

Diga que não parece o coringa?

Diga que não parece o coringa?


Quando finalizei o segundo volume os jogadores tinham quase certeza do envolvimento de Milton por trás de tudo, só não tinham como confirmar devido às diversas situações de reviravoltas que surgiram até aqui. Mas eles já estranharam as mentiras de Milton, o estranho assassinato do conselheiro e o ataque ao templo. Agora cautelosos eles haviam sido convidados para um baile, restava então tentar tirar informações preciosas lá dentro mas com todo cuidado.

O baile, aliás, é uma das melhores atrações desta aventura. Se bem feita fará (e dará) grandes oportunidades de RP. Não sei se meu grupo falhou nesse quesito ou foi o excesso de zelo por medo de algo dar errado, mas eles infelizmente ficaram retraídos no canto do salão e exceto por um ou outro convidado que veio cumprimentá-los eles perderam a chance de conhecer as demais personalidades. As figuras do baile vêm acompanhadas cada qual com uma mini-ficha e um background suficiente para criar uma aventura paralela após a campanha (ou antes do fim se for sua vontade).

Depois do baile a aventura volta para a cidade. O objetivo é descobrir onde ficaria o templo soterrado que poderia guardar a Serpente de Jade e isto não é possível conseguir sem a ajuda de um NPC chamado Gareth, que se bem usado se torna um divertido NPC pirata que dará boas dicas aos jogadores, claro, em troca de ouro. Graças a ele é possível descobrir que um pirata antigo chamado Cachorro Negro escondeu seu tesouro perto do templo, e ele te dará as dicas necessárias para os jogadores chegarem no lugar.

O esconderijo do Cachorro Negro é uma das partes mais emocionantes da aventura, é um esconderijo subterrâneo que esconde diversos segredos, uma cachoeira, um fantasma guardando um tesouro e diversas maldições. Além é claro da entrada do templo dos homens-serpente.

Quando os heróis entrarem no templo é bom estarem munidos de magias para se virarem dentro e debaixo da água, pois não vão faltar oportunidades para fazer uso delas. O templo é um lugar amaldiçoado, portanto eles enfrentarão muitas criaturas mortas, armadilhas e maldições. Mas o que é uma história pirata sem estes elementos? =) Quando os jogadores conseguirem a Serpente de Jade eles sairão do templo em uma fuga alucinada ao estilo Indiana Jones.

Com a Serpente, o jeito é enfrentar o Milton. Os personagens não sabem no que a Serpente vai ser útil mas não têm mais tempo a perder e correm para a torre pois é o dia da inauguração dela. Após vários desafios na torre o inimigo final, Milton e seus capangas. Eu pessoalmente achei eles meio fracos para os personagens (já próximos do nível 9) mas o que salva é a armadilha final, não pode ser finalizada em poucas rodadas e oferece bastante perigo (e nervosismo ^^).

Conclusão:

Se os personagens sobreviverem verão a cidade de Porto Livre realmente livre, livre do Inominado, livre de Milton, livre (pelo menos temporariamente) do culto dos homens-serpente e livres da Torre endiabrada.

Mas o Mestre não precisa terminar aqui, a cidade esta aí e diversas aventuras podem surgir dela =)

Além do desfecho da campanha (que vale a pena lembrar que é enorme), o terceiro volume acompanha diversos mapas e acessórios, novos monstros e personagens para ajudar o Mestre nesta campanha e em outras.

Espero que tenham gostado, e caso seja positivo corram para adquirir na loja da Jambô estes livros pois de fato, vale a pena!

One Comment

  1. Posted 4 de agosto de 2009 at 13:40 | Permalink

    Excesso de zelo? Gatos escaldados, fio!! ahahah

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*