Regra Alternativa Para Magia Desejo

Regra Alternativa Para Magia Desejo

Magia desejo é aquela lançada pelo gênio da lâmpada para realizar qualquer desejo de quem solicitou. No AD&D a magia era bem mais poderosa do que no D&D 3.5. Se o desejo fosse algo simples ele era realizado, se não ele poderia consumir 4 pontos de força do mago, 5 anos de sua vida ou até causar mudanças drásticas no universo, gerando até interpretações  erradas que poderiam prejudicar o conjurador.

O problema disto é que cada pedido era uma surpresa, tanto para o jogador quanto pro mestre e não raramente ambos saiam infelizes do resultado. As vezes o jogador por ter tido seu desejo apenas parcialmente atendido ou desvirtuado, ou o mestre com sua campanha destruída, ou ainda ambos. No 3.X esta magia tomou outro rumo, no 3.5 a magia desejo dá uma lista bem restrita do que ele pode fazer, além disso a descrição fala em distorção que leva novamente aos problemas citados antes.

Pois bem, certa vez topei com um artigo do D&D Wiki que se não me engano saiu na Dragon Magazine e que me inspirou a fazer esta regra, ela é bem semelhante (ao menos a 1ª e 2ª etapa, a 3ª muda completamente). A regra pode ser utilizada para D20 (qualquer versão até o momento) , Old Dragon e Path Finder. Todos os status da magia continuam o mesmo, ela apenas altera a descrição.

Read more

Old Dragon – 1ª Impressão

Old Dragon – 1ª Impressão

oldnovocolor
A primeira versão do OD que eu tive em mãos não foi a que está no site do paragons e sim uma versão “vazada” que consegui ao pagar para um DJ que trabalha na gráfica do Paragons. Por pouco que não fizemos um furo, mas confesso que não tive tempo para escrever. Porém, tive para ler.
Quem não sabe o que é OD deve ter ficado no Polo Norte nos últimos seis meses, pois OD é simplesmente um dos mais falados sistemas old school – e ainda por cima brasileiro.

Nas últimas semanas, o Paragons lançou a versão de testes do OD. Abaixo minha comparação com a versão vazada e a versão de testes.

A versão Vazada

Na versão vazada o OD não tinha metade do carisma da nova versão. Melhorias no conteúdo, texto, diagramação e principalmente nas imagens. As melhorias são visíveis, o que nos dá a sensação de que versões futuras serão ainda melhores.

A nova versão:

Os defeitos:

Apenas alguns poucos detalhes. Na página 8 tem o texto:
“Adaptável: +1 e –1 em dois atributos à escolha do jogador.;”

Isto significa que ele pode colocar +1 em 1 atributo e -1 em outro (alterando assim até dois atributos) ou ele pode colocar +1 em dois atributos e -1 em outros dois atributos (alterando assim até 4 atributos)? Apesar de eu acreditar que seja o 1º caso, eu acho que o texto pode ser melhorado para evitar confusões.

Por enquanto são poucos monstros e magias, além de ir até o 5º nível, apesar de já ter sido anunciado que esta versão era apenas para demonstrar uma versão rápida, tal como tínhamos o “First Quest” no AD&D.

As qualidades:

  • O escudo do Mestre, Perfeito! Todas as informações importantes estão ali!
  • As Fichas prontas, tal como os kits antigos, permite de cara jogar sem ter que ficar horas montando fichas.
  • O sistema continua compatível com boa parte dos produtos do AD&D, o que na minha opinião é perfeito.
  • Adorei a idéia de como explicaram a visão/infravisão/penumbra.
  • As imagens estão ótimas e levam mesmo ao clima dos jogos antigos. Parabéns ao Alexandre Togeiro, Daniel Ramos e Steve Zieser.

Conclusão

Um excelente sistema para resgatar velhas caixas de D&D ou AD&D (eu com certeza farei ^^).
Aguardem após mestrar uma campanha de OD outro post com minha impressão final =)

O site:

Os links para baixar podem ser encontrados diretamente no site do Paragons.

Finalmente, Baldur’s Gate III confirmado!

Finalmente, Baldur’s Gate III confirmado!

Logo
Logo BG3
Essa é quentinha, Baldurs Gate III sempre foi uma novela. Tudo começou após o BGII quando anunciaram o BGIII pela primeira vez em 2001. Depois por conta de desacordos a Black Island cancelou em 2003 o lançamento.

O que ninguém sabia era que reataram a WoC com a Black Island para a produção do BGIII, porém o pessoal de marketing decidiu não anunciar até que se tornasse mais concreto. Novamente em 2007 quando estava prestes a ser lançado houve outro desacordo, a WoC queria que o sistema funcionasse com as novas regras que seriam lançadas (4a Ed) e o jogo estava quase pronto.

Novamente parou por 1 ano, dessa vez sem ninguém ficar sabendo quando finalmente entraram novamente em acordo, o sistema incluiria o sistema de 4a Edição E (pasmem!) ele permitirá escolher o sistema de regras! Isso mesmo, você poderá selecionar entre:

Modo Multiplayer

AD&D 2a Edição

D&D 3.0
D&D 3.5
D&D 4.0

grandes vilões
grandes vilões
Fora isso a Black Island atualizou o jogo para efeitos novos das novas placas de vídeo, claro que devem ter ganho para isso.

De acordo com o Diretor do projeto Feargus Urquhart :

“O BG III teria que ser inovador, não era mais possível que o jogo continuasse isométrico. Também não queríamos utilizar uma engine onde o 3D não trouxesse realismo e a jogabilidade desejada. Somado a isso agora tínhamos três sistemas de regras (nota do Kain: ele se refere ao AD&D 2a Ed, ao D&D 3.0 e ao D&D 3.5) e um quarto sistema para ser lançado, então precisaríamos criar algo totalmente genérico para que aceitasse todos os sistemas de regras sem precisar reescrever todo o jogo. Foi então que a empresa Dragon & Mystic foi contratada para nos ajudar, ela já tinha realizado grandes trabalhos para servidores de MMORPGs altamente customizáveis e precisávamos incorporar o conhecimento deles no BGIII.”

Uma outra ótima notícia é que o sistema foi feito em cima de uma nova engine Ultimate Delusion feita exclusivamente para o BGIII e ela tem um ótimo suporte para MMORPG graças a ajuda da Dragon & Mystic. Ou seja, o jogo do BGIII pode ser jogado sozinho OU online, e se mantido online ele aguenta até 300 jogadores conectados ao mesmo tempo o.O

O jogo BG III terá o título de “A Marca do Mal” (Evil Mark) e o jogador poderá usar os personagens salvos nas campanhas BGI e BGII. Só não sei como será a adaptação caso ele selecione outro sistema de regras que não seja AD&D.

Seguindo os moldes do Never Winter Nights a engine virá junto com o game, agora é olhar as imagens e esperar o lançamento, previsto para 2010 e rezar para nada mudar até lá!